Lisboa › SEXTA 03 OUTUBRO › 22h00 CINEMA SÃO JORGE – Sala 3
Lisboa › SEGUNDA 06 OUTUBRO › 19h00 CINEMA SÃO JORGE – Sala 1
Lisboa › TERÇA 07 OUTUBRO › 19h30 INSTITUT FRANÇAIS DU PORTUGAL
Lisboa › TERÇA 14 OUTUBRO › 19h30 INSTITUT FRANÇAIS DU PORTUGAL
Coimbra › SEGUNDA 06 OUTUBRO › 21H00 TEATRO ACADÉMICO DE GIL VICENTE
Coimbra › QUARTA 08 OUTUBRO › 18h00 TEATRO ACADÉMICO DE GIL VICENTE
Seixal › SEXTA 10 OUTUBRO › 21h30 Cultural do Seixal
Faro › DOMINGO 26 OUTUBRO › 19h00 Teatro Municipal de Faro
Santarém › TERÇA 21 OUTUBRO › 21h30 Teatro Sá da Bandeira
Almada › SEXTA 14 NOVEMBRO › 21h00 Auditório Fernando Lopes Graça
Beja › TERÇA 04 NOVEMBRO › 21h30 Pax Julia Teatro Municipal
Aveiro › QUINTA 20 NOVEMBRO › 21h00 Teatro Aveirense
V.do castelo › QUARTA 12 NOVEMBRO › 21h30 Teatro Municipal Sá de Miranda
Caldas da Rainha › QUINTA 06 NOVEMBRO › 21h30 Centro Cultural de Caldas da Rainha

Realização / Argumento/ Diálogos  : Sylvain Chomet
Actores : Guillaume Gouix, Anne Le Ny, Bernadette Lafont, Hélène Vincent, Luis Rego, Fanny Touron
Produção : Eurowide Film Production
Género : Comédia
Duração : 1 h 46 min
Estreia em França: 30/10/2013
Montagem : Simon Jacquet
Fotografia : Antoine Roch
Som : Jean-Paul Mugel
Origem : França
Distribuidor : Pathé Distribution
Distribuidor em Portugal : NOS

Realizador
Desenhador de banda-desenhada, Sylvain Chomet realiza a sua primeira curta- metragem La Vieille Dame et les pigeons em 1996 e é nomeado para os César e para o Óscar da melhor curta-metragem de animação em 1998. A sua primeira longa-metragem de animação, Les Triplettes de Belleville, foi apresentada na selecção fora de competição em Cannes em 2003. Em 2005, Sylvain Chomet participa no filme colectivo Paris je t’aime, onde dirige a actriz Yolande Moreau. Depois volta à sua área de eleição e adapta o script inacabado de Jacques Tati, L’illusionniste. O filme ganha o César do Melhor Filme de animação em 2011.

Sinopse
Paulo, trintão, vive no seu apartamento parisiense com as tias, duas idosas aristocratas que o educaram desde bebé e que sonham vê-lo transformar-se num exímio pianista. A sua vida resume-se a uma rotina quotidiana, entre o piano da sala e a aula de dança das suas tias onde trabalha como acompanhante. Isolado do resto do mundo, Paul envelhece sem nunca ter realmente vivido… Até ao dia em que encontra a senhora Proust, a sua vizinha do 4° andar, uma mulher excêntrica. Com ela, Paul vai finalmente viver a sua vida.

Críticas
“Vindo do cinema de animação, Sylvain Chomet consegue um grande êxito com a sua longa-metragem, comédia doce-amarga sobre a infância perdida”. (Stéphane Dreyfus, La Croix)-
“No papel de Paul, Guillaume Gouix consegue uma composição minimalista e gráfica: um espantoso toque à Sempé.” (Guillemette Odicino, Télérama)

Festivais
Festival du Film d’Istanbul – 2014
Festival international de Hong Kong – 2014
Festival du film français de Richmond – 2014
Rendez-vous avec le nouveau Cinéma français à Rome – 2014