Como cada ano, um encontro incontornável espera os amantes da 7ª Arte com a Festa do Cinema Francês. Organizada pelo Institut français du Portugal e a Embaixada de França, em colaboração com a Alliance française e a Unifrance Films, esta manifestação cultural emblemática, que chega agora à sua 16ª edição e que se inicia a 8 de Outubro na prestigiada sala do Cinema São Jorge em Lisboa, prosseguirá o seu périplo através do país até ao fim de Novembro.
Não serão menos de 18 as cidades que acolhem este evento: Almada, Aveiro, Beja, Braga, Caldas da Rainha, Coimbra, Évora, Faro, Guimarães, Leiria, Lisboa, Portimão, Porto, Santarém, São Pedro do Sul, Seixal, Setúbal e Viana do Castelo.
Sempre com uma programação inédita e rica em diversidade, (este ano são 40 antestreias das quais 7 são antestreias mundiais), a Festa do Cinema Francês permite abordar e redescobrir todos os géneros da produção cinematográfica francesa: comédias, dramas, documentários, ficção, policial, animação.
Jean-Jacques Annaud é o Padrinho desta 16ª edição e é uma honra para nós. Ele vem apresentar, na abertura e em antestreia, o seu mais recente filme Le Dernier Loup, inspirado no livro “Le Totem du Loup” de Jiang Rong e rodado na Mongólia.
Mas esta Festa é também uma ocasião para descobrir, ou redescobrir, os grandes clássicos do cinema de autor com Jacques Doillon. Montador, realizador, actor, produtor e argumentista, este grande cineasta francês vai estar em Lisboa para a retrospectiva da sua obra, que apresentamos em parceria com a Cinemateca Portuguesa,de 10 a 17 de Outubro e também para um encontro com estudantes de cinema.
Enfim, uma atenção particular à jovem e talentosa geração de cineastas com 15 primeiros filmes, e também ao público de amanhã, com numerosas sessões escolares em todas as cidades, bem como um ciclo específico na Universidade de Lisboa.
A Festa do Cinema Francês não poderia existir, nem ter o êxito que tem, sem a preciosa colaboração de todos os nossos parceiros, muitos dos quais nos acompanham desde a primeira hora: a Unifrance, os distribuidores portugueses, as empresas, a Câmara Municipal de Lisboa, a EGEAC; assim como todos os outros municípios, de norte a sul de Portugal, que participam nesta grande Festa do Cinema francês.
Ela também não existiria, nem seria possível, sem o público que diariamente faz a festa connosco.
Muito obrigado a todos!
Jean-François Blarel
Embaixador de França em Portugal