CÉZANNE ET MOI

(Cézanne e Eu) 
de Danièle Thompson | 2015 | comédia dramática | 1h56

Com: Guillaume Canet, Guillaume Gallienne, Alice Pol, Déborah François, Sabine Azéma
Argumento: Danièle Thompson
Origem: França
Produção: Albert Koski
Vendas Internacionais: Pathé Distribution
Estreia em França: 21/09/2016
Distribuição em Portugal: Cinemundo
Estreia em Portugal: 13/10/2016

Paul é rico. Emile é pobre. Deixam Aix-en-Provence rumando a Paris. Frequentam os mesmos locais, dormem com as mesmas mulheres, abominam a burguesia que também os rejeita… Agora, Paul é pintor e Emile é escritor. A glória passou ao lado de Paul. Emile tem tudo: a fama, o dinheiro, uma mulher perfeita que Paul amou antes dele. Perdem-se e encontram-se como um casal que não consegue deixar de se amar.

A Realizadora
Filha do realizador Gérard Oury e da actriz Jacqueline Roman, Danièle Thompson começa a sua carreira em 1966 enquanto argumentista do filme La Grande Vadrouille. Em 1977, recebe uma nomeação para o Óscar de Melhor Argumento com o filme Cousin, Cousin. O filme aborda o universo das relações familiares, tema que viria a ser recorrente durante o seu percurso cinematográfico. Em 1995, recebe a nomeação para o César de Melhor Argumento com o filme La Reine Margot. Mas é em 1999 que realiza o seu primeiro filme, a comédia La Bûche, nomeada para o César de Melhor Primeiro Filme e Melhor Argumento. Em 2002, volta a repetir a experiência com o filme Décalage Horaire, com Jean Reno e Juliette Binoche como protagonistas. Mais recentemente, realiza Fauteuils d’Orchestre (2006), Le Code a Changé (2009) e Des Gens Qui s’Embrassent (2011). Cézanne e Eu é o seu último filme.

 

LISBOA, QUINTA 6 OUT 21h00 Cinema São Jorge – Sala Manoel de Oliveira
* presença da realizadora