COMMENT J’AI TUÉ MON PÈRE

Anne Fontaine é argumentista, actriz e realizadora, tendo assinado dezoito filmes nesta última função. Comment j’ai tué mon père é um denso psicodrama, em que um médico bem-sucedido vê reaparecer bruscamente o seu pai, que abandonara a família quando ele estava na infância. A vida do médico é abalada por este reencontro inesperado e os ressentimentos infiltram-se sob a capa das boas maneiras. A tensão entre a fachada dos personagens e aquilo que eles realmente sentem faz a força do filme.

LISBOA
Sex, 4 OUT, 19h00
Cinemateca Portuguesa
– sessão seguida de masterclass com Anne Fontaine

2001 / Drama / 1h37 / França
Com Charles Berling, Michel Bouquet, Natacha Régnier