L’UNE CHANTE, L’AUTRE PAS

Este filme que se assume como feminista e optimista – como se podia ser optimista naqueles anos 70 –, conta a história da amizade entre Pauline e Suzanne, uma quer ser cantora e a outra tem dois filhos para cuidar, ao longo de quase 15 anos. Entre os rapazes, o dinheiro e falta dele, a família e as suas chatices, a luta pelos direitos – da igualdade social ao aborto – e os sonhos, é um filme sobre mulheres que querem conquistar o amor e a felicidade.

LISBOA– Qua, 9 OUT, 21h30- Cinemateca Portuguesa

LISBOA– Sex, 11 OUT, 15h30- Cinemateca Portuguesa

1976 / Drama / 2h00 / CINE-TAMARIS
Com Thérèse Liotard, Valérie Mairesse, Robert Dadiès