MAYA

Gabriel é um jornalista de guerra com pouco mais de 30 anos. Como por vezes acontece aos jornalistas de guerra, presas fáceis no meio de um conflito, o repórter francês é raptado na Síria e fica 4 meses em cativeiro com um colega. Após esta experiência traumática resolve parar por uns tempos, voltar a Goa (Índia) e à casa onde cresceu, para procurar a mãe. É aí que conhece Maya, uma jovem indiana.

Hansen-Løve avança ao ritmo de personagens completamente contidos, (re)constrói com eles uma parte deles próprios e chega a captar emoções puras e pungentes. [Filme] De grande beleza. Thomas Baurez, Première

LISBOA
Seg, 7 OUT, 21h30 MAYA
CINEMA SÃO JORGE, Sala Manoel de Oliveira
– com presença de Mia Hansen Løve

2018 / Drama / 1h47
França
Com Roman Kolinka, Aarshi Banerjee, Alex Descas
Argumento Mia Hansen-Løve
Direcção de Fotografia Hélène Louvart
Som Vincent Vatoux
Montagem Marion Monnier
Produção Les Films Pelléas, Razor Film Produktion GmbH, Arte France Cinéma
Festivais Seville European Film Festival 2018 – Nomeação Melhor Filme; TIFF'19 – Selecção Oficial
Distribuição nos Cinemas Alambique
Estreia em Portugal 10/10/2019